Como as plataformas low-code podem acelerar a transformação digital na gestão de negócios?

Data: 14/12/2020 | Por: Sérgio | Em: Processos de negócio | Página inicial > Como as plataformas low-code podem acelerar a transformação digital na gestão de negócios?

Como as plataformas low-code podem acelerar a transformação digital na gestão de negócios?

A pandemia do Covid-19 alterou permanentemente a configuração de negócios nos mais diferentes segmentos do mercado. As transformações digitais foram aceleradas e, cada vez mais, cresce a demanda pela automatização de processos e fluxos na gestão de negócios e de equipes.

Nesse sentido, as LCAPs (low-code application platforms) se tornam progressivamente uma realidade e uma necessidade: estudos do Gartner apontam que, em 2024, mais de 65% dos projetos de desenvolvimento serão feitos por intermédio delas. As LCAPs são um tipo de plataforma de desenvolvimento low-code em sistema modular, o que simplifica o desenvolvimento de softwares por meio de soluções prontas ou já estruturadas e possibilitam agilidade nos processos, redução de custos e um background técnico consideravelmente menor por parte do usuário.

Elas ainda consistem na categoria de plataformas low-code menos complexas no mercado quando comparadas às MXDPs (plataformas multiexperiência) ou aos BPMS (sistemas de gerenciamento de processos de negócio). Por isso, são as mais indicadas para gestores que procuram trazer mais autonomia aos processos da empresa, concentrando-os em um só lugar e sem que seja necessário envolver a equipe de TI.

Receba nosso conteúdo por email

Preencha os campos abaixo para se cadastrar em nosso blog.

    CAP Workflow, plataforma da Iteris de automação de processos baseada em agilidade, se baseia nos princípios das LCAPs – e, por isso, garante toda a simplificação e inovação do desenvolvimento low-code para a aplicação de soluções e automatização de processos corporativos em diversas frentes de atuação (RH, Compras, TI, Pós-venda, Atendimento ao cliente, Backoffice, Onboarding etc).

    A seguir, veja os principais benefícios e diferenciais das plataformas no-code/low-code, como o CAP Workflow, para a gestão de processos organizacionais:

    1. Flexibilidade é a chave

    Plataformas como o CAP são ideais para empresas com mindset de desenvolvimento ágil baseado em sprints, squads e entregas de alto valor agregado.

    Como o sistema das LCAPs é modular, ou seja, baseado em elementos e estruturas já pré-desenhados, a alteração dos códigos no desenvolvimento de softwares se torna muito mais rápida, o que garante mais flexibilidade em prazos e mais agilidade na implementação de novos processos no ambiente de trabalho. Plataformas como o CAP são ideais para empresas com mindset de desenvolvimento ágil baseado em sprints, squads e entregas de alto valor agregado.

    2) Desenvolvimento para todos

    Nos dias atuais, empoderar os colaboradores com tecnologias no-code/low-code reforça aspectos essenciais para a otimização dos processos organizacionais

    Nos dias atuais, empoderar os colaboradores com tecnologias no-code/low-code reforça dois aspectos essenciais para a otimização dos processos organizacionais: de um lado, dá autonomia às equipes das mais diversas áreas da empresa para que possam criar aplicações simples, mesmo não possuindo um amplo conhecimento técnico de desenvolvimento; do outro, permite que o backlog das áreas de TI diminua drasticamente, visto que, por meio das LCAPs, demandas de baixa e média complexidade possam ser assumidas por outras equipes.

    3. Camadas personalizadas

    Camadas personalizadas

    Além de possibilitarem mais autonomia para as áreas e descentralizarem o hub de demandas simples de desenvolvimento, antes concentrados apenas na equipe de TI, as LCAPs também trazem mais um adicional ao conjunto de aspectos que simplificam os processos: a personalização. Por requerer menos background técnico para uso, uma plataforma low-code permite a colaboradores e líderes de diferentes áreas que personalizem as camadas do sistema de acordo com a sua necessidade, adaptando softwares e aplicações para as mais variadas finalidades.

    4. Foco no negócio

    As plataformas low-code acarretam vantagens significativas do ponto de vista de negócios

    As plataformas low-code acarretam vantagens significativas do ponto de vista de negócios, visto que permitem entregas mais rápidas e, com módulos de desenvolvimento já estruturados, minimizando erros. Além disso, a redução dos custos também é um destaque para os negócios que adotam LCAPs, já que a simplificação dos processos exige um investimento consideravelmente menor com manutenção – que corresponde a mais de 70% do custo total do ciclo de vida de desenvolvimento de uma aplicação.

    Para saber mais sobre as vantagens das plataformas no-code/low-code e do CAP Workflow, nossa plataforma de desenvolvimento low-code,  clique aqui.

    Compartilhe este artigo

    Veja também

    Novidades por email

    Customer service, back office activities, lots of Ms-Excel spreadsheets